Concurso Ready to Go chega à 11ª dição no Minas Trend Inverno 2018.

Por | quarta-feira, setembro 27, 2017 Deixe um comentário

O maior concurso de Minas Gerais voltado para os talentos criativos da moda chega à 11ª edição. Novos nomes e marcas participam do estande coletivo do Sindivest-MG, de 3 a 6 de outubro, durante o Minas Trend/Expominas.

Novas marcas participam do concurso Ready to Go, no Minas Trend, projeto já consagrado no Brasil, responsável pelo lançamento de talentos criativos, que vem contribuindo, a cada semestre, para a renovação do mercado da moda.
Promovido pelo Sindivest-MG, organizado pelo TS Studio através da curadoria de sua diretora, Terezinha Santos, ele entra em sua 11ª edição com o  mesmo objetivo, mas com algumas inovações, como uma incubadora de designers recém formados  -  o Espaço Millennials to Go – Introdução à realidade, formado pelas iniciantes Lu Lobato, Marjorie Ferreira e Isadora Vieira -, que terão a oportunidade da primeira incursão em uma feira de negócios.

“O objetivo é dar a eles uma ampla realidade de tudo que, eventualmente, poderia acontecer profissionalmente. Uma completa introdução à realidade”, ressalta Terezinha. , frisando que os Millennials foram escolhidos pela sua criatividade e liberdade de criação, independentemente de uma trajetória empresarial. Eles apresentarão uma proposta para o jeans da Cedro e um look a partir do tema das suas coleções. Como trata-se de uma proposta educativa, não estarão concorrendo ao prêmio Ready to Go.

Estreiam no estande coletivo montado no Minas Trend, as marcas, Broderie, Chris Gontijo, Fe-Lis, Jessica Andrade, Rerum, Libertees, Lav  e Beach and Fit. A Figurati, a Mietta e a Nul&Filled fazem a sua segunda participação no Ready to Go (o regulamento do concurso permite duas passagens pelo espaço).

Os integrantes do projeto serão avaliados por um júri formado por jornalistas, formadores de opinião, empresários, estilistas, stylists e produtores de moda. O primeiro colocado  ganha como prêmio um estande solo para mostrar suas coleções, no próximo Minas Trend.

Na edição passada, a vencedora foi a Led, de Célio Dias, que, logo depois, esteve presente também na passarela dos novos talentos, na última São Paulo Fashion Week. Ela foi uma das cinco selecionadas para fazer parte do Top 5, parceria do Sebrae com o Instituto Nacional de Moda e Design (IN-MOD). 

O concurso já revelou várias marcas relevantes, que hoje fazem sucesso no mercado, como Lucas Magalhães, Anne est Folle, Plural, Llas, Ammis, Thays Temponi, Ronaldo Silvestre, Mollet, Valéria Mansur.
A Cedro Têxtil e a Templuz iluminação apoiam essa edição do Ready to Go.

Estreias





Beach and Fit

Nexo, coleção beachwear feminina das estilistas Barbara Feu e Fernanda Rubinich, apresenta bodies, biquínis e saídas de praia desenvolvidos com modelagem exclusiva, com destaque para a utilização do macramê, que dá um toque delicado entrelaçando os fios, transmitindo sensações e interações entre as peças.  O ponto de partida da criação é a internet e suas conexões que integram as pessoas.



Broderie 

Colecão Desconstrução tem como objetivo desmistificar padrões, quebrar regras.  Em um mundo cada vez mais conectado, com uma avalanche de informações e inspirações, vem a necessidade de desconstruir para incluir. Recortes, thomas, pregas e assimetrias fazem parte do trabalho repleto de influências culturais e urbanas.






Chris Gontijo 

Uma coleção que mergulhou no passado para trazer aos dias atuais a delicadeza e sofisticação das peças íntimas. Inspirada nas camisolas francesas do século 20, riscos de bordados manuais, recortes singelos e o caimento dos tecidos retratam o DNA da marca. Matérias-primas de alta qualidade, como o chiffon de seda e rendas guipir, realçam o design do produto. Na paleta de cores, tons pastel, como dourado fosco, rose, nude, verde-água, azul tíffany e pérola. A estampa exclusiva com flores remete à feminilidade e beleza da mulher. A coleção busca a linha slip dress, na qual a qual a camisola, o pijama e o robe são usados na rua, como forte tendência da estação.



Fe-Lis 

 A marca foi criada em 2014 com o propósito de desenvolver peças handmade 100% algodão, malhas e tecidos de qualidade, priorizando o toque na pele. Com tingimento manual próprio, produz cores elaboradas e modelagem sofisticada, com qualidade nos detalhes e no acabamento. Atemporalidade, conforto, elegância e versatilidade são o DNA da marca, que valoriza a mulher com leveza, sem distinguir corpo, idade ou personalidade. A Fe-Lis não trabalha com coleções: no decorrer do ano são produzidas séries, sem priorizar estações.




Figurati 

Década inovadora e intensa, os anos 80 trouxeram tendências em vários aspectos culturais através de suas características alegres, versáteis, ousadas e com pitadas de sensualidade. A mulher Figurati inverno 2018 é assim. A marca buscou resgatar as principais tendências da época mesclando-as com toques de modernidade para criar a sua coleção Mood Eighties. Tecidos com muito brilho, mistura de texturas, contrastes entre cores e matérias primas bem trabalhadas foram ponto de partida para o desenvolvimento do trabalho. As peças valorizam as curvas femininas, através das modelagens comuns da época onde as cinturas eram bem marcadas, os decotes profundos, sobreposições em abundância e ombreiras destacadas. A fluidez surge para dar um toque de modernidade, liberdade aos movimentos e uma elegante sensualidade, resultando em shapes variados e inovadores. A moda dos anos 80 foi marcada pela extravagância, e por isso, o astro principal da coleção é o animal print. A onça aparece acompanhada de cores fortes como preto, dourado, azul e branco, e está presente nas formas mais inesperadas para descrever e representar bem o mood eighties.
Espaço Millennials to Go/ Introdução à realidade.




Isadora Vieira  

As roupas somente adornam a nossa superfície ou também ecoam o nosso inconsciente? Com a coleção Alter, a designer Isadora Vieira exibe uma série que responde a essa pergunta com peças que reverberam o que se passa no interior. Em cores duras, como o preto e a ferrugem, a coleção reafirma a lição básica de que a moda é uma extensão do indivíduo e adiciona a isso uma nova função: a moda como fala do que há dentro de nós, em cada estrutura e em toda exuberância. Dobraduras feitas em organza se misturam à pureza do linho, especialmente tingido em tom de ferrugem, para dar forma às peças estruturadas em cortes minimalistas e shapes delicados. Brandura e exuberância se harmonizam nos tecidos, que são cuidadosamente trabalhados em frisos de seda pura, dando ao acabamento um caráter exclusivo.

Isadora Vieira trabalhou o jeans fornecido pela patrocinadora Cedro, buscando explorar toda elegância e sofisticação que o tecido oferece. Avesso e direito se contrastam enriquecendo as peças, que também foram inspiradas em elementos contidos na coleção Alter apresentada em seu TCC. Como retoque final, pespontos feitos à mão dão um caráter de exclusividade às peças.



Jessica Andrade

A proposta é apresentar peças descomplicadas, versáteis e atemporais, confeccionadas em malha, sua principal matéria-prima. A coleção propõe um repensar sobre o vestir como uma atitude natural, sem tantas complexidades, adequado à rotina das mulheres que trabalham, estudam, têm filhos, família. A inspiração para esse primeiro trabalho veio da artista abstrata e minimalista Agnes Martin. A leveza das obras da canadense, que traz consigo uma história de força, superação e reconhecimento, serviu de ponto de partida para a criação das peças. O minimalismo, que está no bojo da obra de Agnes Martin, se caracteriza pela simplicidade, praticidade e assume a perspectiva de que menos é mais. Porém, a coleção de Jessica Andrade vai além, parte do princípio de que menos é o bastante para que a mulher moderna fique bonita, elegante, vestindo modelos descomplicados, com toques especiais permitidos por acessórios mais robustos.



Lav   

Nascida em 2017, a Lav chega ao mercado pelas mãos da estilista Lavyne Rocha, repleta de feminilidade, beleza e liberdade. A lingerie ganha ares de peça statement para tornar esse item cada vez mais presente no lifestyle de mulheres modernas. Under but not hidden:  é o conceito criado e expresso em detalhes das peças reforçando a ideia de lingerie como algo que não deve ser escondido, ao contrário, atrai atenções e merece destaque. Para esta primeira coleção no Ready to Go, a marca buscou inspirações nas suas próprias características, com peças ultrafemininas, explorando diferentes tipos de rendas, aplicações e muita transparência. Tecidos nobres como a seda pura, renda chantilly e renda francesa demonstram o ar sofisticado da Lav e detalhes, como veludo e brilho, conferem um toque moderno a todos os itens. O resultado é uma coleção que passeia pelo underwear, mas que também ganha espaço fora deste conceito, com peças que sugerem diferentes ocasiões. Cartela de cores: off whitte, preto e tons nudes e rosés. 
Segunda participação.




Libertees 

Batizada de Vida, a coleção inverno/18 da marca valoriza o trabalho social realizado dentro da penitenciária de mulheres Estevão Pinto, em Belo Horizonte, e chega com cores fortes e ilustrações das internas do presídio abordando o tema liberdade. O trabalho tem origem na estrutura universal e atemporal da T-shirt. As releituras dessa peça, elaborada pela estilista Andréa Aquino, resultam em shirt dress, maxipull e blusas em malhas, que trazem o conforto e o mood da marca.
A Libertees, marca da Liberte-se Confecções, no mercado desde 2013, nasceu no início
deste ano, de um projeto da empresa com a escola de artes da penitenciária. A marca é comandada por Sabrina Mafra, Daniela Queiroga e Andréa Aquino. Todas as peças do mostruário foram produzidas com o patrocínio da Dream Estamparia Digital. Parte da renda das vendas será doada para a escola de artes do presídio.






Lu Lobato

A mulher por trás da coleção Desvio pode ser representada pelas três personagens apresentadas nos looks: puritana, dominatrix e submissa. Ela transita pelo universo fetichista sem preconceitos e tabus, vestindo da seda pura ao látex, do cinto de castidade ao chicote. Tudo isso por pura paixão estética e ilusória, pois no fetiche tudo é uma cena, combinada previamente pelos protagonistas e com a intenção de criar um mundo lúdico, sensual e envolvente. Com o desafio de criar uma lingerie usando como a matéria prima principal o jeans da Cedro, juntamente com a paixão pelo látex e peças de empoderamento feminino, a designer Lu Lobato reinventa a forma de usar o corset, unindo a técnica milenar do tight lacing com os modernos recortes.





Marjorie Ferreira 

A coleção Mímesis surge a partir do encontro entre a pele e a natureza. Baseada primordialmente no conceito de adaptação vindo do fenômeno do mimetismo, aborda temas como a passagem do tempo e as falhas que este nos expõe.  A pele é a primeira camada que é apresentada à sociedade e está sempre em desajuste, pois fica mais exposta e sofre as maiores mudanças.  É a analogia das plásticas, das tatuagens e das mudanças corporais. Desenvolvida em uma cartela de cor inspirada em tons vindos da natureza, a designer desenvolveu técnicas manuais utilizando linhas e recortes que interferem na superfície dos tecidos e se mesclam intuitivamente, para representar as marcas corporais que carregamos devido à influência do meio em que vivemos. A partir do tema desta edição do Minas Trend, a água, Marjorie Ferreira buscou inspiração para a sua criação em jeans (Cedro) no fundo do mar. Encontrou-a em um coral rico em padrões e texturas: o coral cérebro. Das cores vibrantes e dos desenhos intrincados da superfície desses organismos surgem bordados elaborados em linha e feitos a mão pela estilista.



Miêtta  

A Miêtta, que está em sua segunda coleção, é a realização de um desejo antigo do estilista Fábio Resende de criar uma moda ousada, irreverente, sem rótulos e distinções, que enaltecesse o universo feminino. A coleção Borogodó tem como inspiração a fusão do balé e do futebol. A força e leveza, que permeiam ambos de maneiras diferentes, aparecem nas peças sem se contraporem, mas como partes de um mesmo todo. Ana Botafogo e Marta, delicadeza e poder, leve e pesado, se unem e traduzem pessoas múltiplas que não se definem por um só atributo.  Os bordados em forma de sapatilhas se misturam a números e ícones típicos do universo dos gramados. As linhas, que compõem os padrões das bolas de futebol, surgem em trabalhos delicados feitos à mão, fazendo referência também às colmeias e a figura da abelha rainha, que já faz parte do DNA da marca. Já as estampas estilo carimbo ganham novas palavras: leve, foda e borogodó. Tudo isso sempre em tom de cobre que, na alquimia e mitologia grega, representa o elemento feminino. A cartela de cores se mantém exclusivamente off white, mescla cinza e preto. Os shapes amplos vêm em três comprimentos: t shirt, t-shit dress e maxi t-shirt. A novidade é a entrada do capuz, que acrescenta um toque sporty, que tem tudo a ver com o mood da coleção. 





Null&Filled 

A marca , que ficou em terceiro lugar no concurso Ready To Go, retorna agora com um trabalho influenciado por elementos esportivos e vibe oitentista. Inspirada na ideia de sonhos lúcidos - onde não se sabe o que é real e o que é imaginário - e com uma estética que mescla ares sport e 80’s, a coleção Lucid Dreams chega com cores intensas em combinações pouco óbvias - bege, pink, laranja e roxo -, couro e o tricô em rayon, identidade da marca. A estampa é o mapa da cidade Delas (fictícia ou não?),  que abriga o sonho lúcido da dupla Mariana Lucchesi e Luiza Mendonça e foi criada a partir de princípios considerados essenciais para uma vivência social: equidade, consciência, liberdade, movimento, transparência e presença. O processo de criação continua slow, focado no consumo consciente e no empoderamento feminino - tanto das clientes quanto da mão-de-obra.



Rerum 

O estilo Rerum é retrô, passeando pelo despojado e o contemporâneo com muito conforto e personalidade. Tudo pensado nos mínimos detalhes para atender às necessidades reais da mulher moderna e versátil, que precisa desempenhar vários papéis, mas não abre mão da sua identidade. A coleção Anne foi inspirada na série Anne with an E, releitura do livro Anne of green gables, de 1908, e na palavra grega eunoia, que significa belo pensamento. As cores sóbrias e terrosas evocam um cenário cheio de força e lembretes para que as pessoas nunca desistam. Do neoprene, vem a maleabilidade e a estrutura para que as peças se sustentem por si só. Dos botões e da modelagem solta, a necessidade da diferença, da liberdade e do conforto para sustentar as escolhas. A designer de acessórios Fernanda Carvalho assina os broches em acrílico e pins geométricos. 

Fonte: Salamandra Comunicação