16ª Edição do Minas Trend Movimenta Indústria da Moda em Belo Horizonte.

Por | terça-feira, abril 14, 2015 Deixe um comentário

Com o tema “Viva Ciclicamente”, a 16ª edição do Minas Trend (MW) movimentou o Expominas, em Belo Horizonte, na última semana (07 a 10/04). Com 251 expositores, a feira recebeu uma média de 15 mil visitantes, sendo 5 mil compradores. A realização de negócios e prospecção de novos clientes trouxe ótimos resultados para o setor de vestuário.

A grife mineira Vivaz abriu o line up da temporada Verão 2016, que aconteceu na terça-feira (07/04), às 11h. Com styling de Giovanni Frasson e trilha sonora do DJ Renato Lopes, a marca escolheu a top Fernanda Tavares para vestir suas peças sofisticadas. Com o tema a Pérola Negra Brasileira, a Vivaz se inspirou no simbolismo de força e renovação da natureza, elegendo a jabuticaba com o ícone para a criação da coleção. A atriz Sophie Charlotte assistiu a apresentação da fila A.



Integrante da família imperial brasileira, a princesa Paola de Orleans e Bragança desembarcou em Belo Horizonte a convite das diretoras da grife mineira Arte Sacra, Marcela e Carolina Malloy. A moça conferiu de perto a coleção verão 2016 durante coquetel da marca, também na terça-feira (07/04), no MW. Para a temporada, a Arte Sacra buscou inspiração na beleza delicada e atemporal dos templos budistas para criar a coleção verão 2016 - Joy. Seus bordados suntuosos, estampas exclusivas e cores imponentes fazem um convite à contemplação. Com diferentes aplicações e mix de materiais que revisitam as décadas de 50 e 70, a marca investe na elaboração de preciosos detalhes para tornar seus looks únicos. A coleção Twins surge mais uma vez trazendo frescor para a moda festa. Com o nome La Nuit Blanche Noir, suas peças evocam conforto, despojamento e naturalidade.



Depois de ser destaque na última edição do Minas Trend, a grife mineira RM-Raquel Mattar ficou mais uma vez entre os três colocados do concurso Ready to Go, ação idealizada pelo Sindicato das Indústrias do  Vestuário de Minas Gerais (Sindivest/MG) e realizada pelo TS Studio durante a 16ª do MW, na quarta-feira (08/04). Doze marcas foram selecionadas para participar dessa edição e quatro jovens talentos foram premiados. A Tropicale faturou o 1º lugar, enquanto a RM – Raquel Mattar e o Atelier Lu Henriques dividiram o 2º lugar. A Santofficium ficou em 3º.



O mood jovem e urbano da grife mineira Civil Jeans celebrou a vida em sua coleção verão 2016. Ao transitar pelo street style do jeanswear e o boho chic da linha fashion, a marca revelou toda a sua personalidade. O jeans, carro chefe da marca, segue se reinventando em versões onde o conforto é a palavra de ordem. Com novas tecnologias, o denim moletom aparece com destaque na linha masculina. Apesar de ter a aparência do jeans tradicional, ao vestir a sensação se assemelha com as peças feitas com o material soft. Queridinho da linha feminina, o power stretch foi desenvolvido para dar elasticidade e caimento impecável para as mulheres, sem que elas percam a comodidade.



Participante desde a primeira edição do Minas Trend, a Cosh levou o clima elegante das festas ao entardecer de um resort para seus vestidos elaborados. A delicadeza dos trabalhos em pedrarias e bordados handmade se misturam em peças que traduzem os momentos da vida da mulher contemporânea.



Já a Anne Fernandes revelou toda a sua sofisticação e leveza em suas linhas festa e casual chic. Inspirada no estilo navy e handmade, a marca apostou no minimalismo e elegância para criar a nova coleção. A harmonia da cartela de cores, os cortes mais retos, a riqueza dos detalhes encontrados nas aplicações de rendas e os bordados elaborados traduzem o clima da temporada. Com shapes mais limpos, a marca optou pela silhueta ampulheta e trapézio, com saias e vestidos godês e de pregas. Os materiais da estação são as rendas guipir, musseline e crepes.



A beleza e a sofisticação dos elementos naturais se misturam em peças criadas pela Frutacor que traduzem a rotina da mulher jovem e ativa, que trabalha, viaja e se diverte. A liberdade dos anos 70 e a elegância dos anos 50, representados em suas estampas, bordados, cores e aplicações, trazem o mood da estação.



Especializada em moda festa, a Kalandra se influenciou pelo espírito audacioso da Belle Époque e a personalidade de Zelda Fitzgerald para apresentar sua nova coleção. Para a estação, a grife apostou em uma cartela de cores fortes. Tons de rosa fúcsia, verde água, coral, vermelho, azul carbono, verde esmeralda, rosa antigo e metalizados são destaques da paleta. As rendas, pedrarias, jacquard, tule e tecidos fluídos foram os materiais escolhidos para levar feminilidade e elegância para as peças.

Benedita Comunicação.