Programa de capacitação Fashion City Brasil e Fundação Pedro Leopoldo em fase de seleção.

Por | quinta-feira, julho 24, 2014
Cursos ofertados em aliança estratégica ainda estão com inscrições abertas. As aulas começam no final de julho e início de agosto.

A parceria firmada entre o Fashion City Brasil, maior complexo de Moda da América Latina, e a Fundação Pedro Leopoldo (FPL) vem cumprindo seu objetivo de qualificar o capital humano do Vetor Norte da Região Metropolitana de Belo Horizonte. Cerca de 300 pessoas obtiveram a certificação no primeiro semestre de 2014 e estão aptas para atuar no mercado como vendedores. Novas turmas vão iniciar os cursos de Vendas e Gerência em Vendas no final de julho e início de agosto. As inscrições ainda estão abertas. A expectativa é de que, até o final deste ano, o número de diplomados seja elevado para 1,5 mil.

O curso para formação de vendedores tem carga horária de 16 horas e, para gerentes de vendas, 44 horas. Os programas são voltados, principalmente, para a formação de mão de obra qualificada para atuar nas lojas do Fashion City Brasil, que tem previsão de início das operações para o segundo semestre de 2015. As opções de horários são democráticas. Quem deseja fazer o curso de Vendas pode optar por três turmas diferentes: às segundas e quartas (de 18:30 às 22:30 horas, aulas começam no dia 28 de julho); às terças e quintas (de 18:30 às 22:30 horas, aulas começam no dia 29 de julho) e aos sábados (de 8:00 às 12:00 horas, aulas começam no dia 02 de agosto). Quem escolhe estudar em dias úteis finaliza o programa em duas semanas. Aos sábados, em quatro. No caso do curso de Gerência em Vendas, é possível fazer de segunda à quinta (de 18:30 às 22:30 horas, aulas começam em 1º de agosto) e finalizar o programa em três semanas ou às sextas e sábados (sexta de 18:30 às 22:30 horas, sábado de 08:00 às 17:00 horas, aulas começam em 4 de agosto), concluindo em um mês.

Toni Omar Garcia, diretor da Atitude Inteligência e Gestão Estratégica e representante do Fashion City Brasil na aliança, afirma que o programa é baseado em questões práticas, englobando conteúdos como motivação, atendimento, mercado, marketing, formação de equipes, finanças e contabilidade e logística. Para o presidente do complexo de moda, Gilson Amaral Brito Jr., o programa de capacitação é um dos grandes trunfos do megaempreendimento. “De nada adiantaria investirmos tanto dinheiro em recursos tecnológicos, projetos arquitetônicos inteligentes e sustentáveis, inteligência de mercado e na seleção de fabricantes e produtos realmente diferenciados se nossa atenção ao recurso humano, em nossa visão o mais importante de todos, não fosse legítima e incisiva”, argumenta.

A meta da aliança estratégica, segundo Toni Omar, de qualificar 2,5 mil pessoas. Os interessados podem buscar mais informações por meio site da Fundação Pedro Leopoldo (www.fpl.edu.br). A taxa simbólica para participação no programa é de R$ 64 para o curso de vendedor e R$ 176 para o curso de gerente de vendas. A organização ressalta que a participação no programa não significa que o candidato será contratado pelo Fashion City Brasil. “O processo de seleção é feito pelo lojista dentro de critérios elaborados por ele. O empreendimento irá disponibilizar o cadastro de todos os participantes para auxiliá-lo no seu processo seletivo”, elucida.

Fonte: