Fashion City Brasil e Fundação Pedro Leopoldo abrem novas turmas do programa de capacitação.

Por | sexta-feira, junho 06, 2014
Cursos ofertados em aliança estratégica fecham primeiro 

semestre de 2014 com mais de 300 diplomados.


A parceria firmada entre o Fashion City Brasil, maior complexo de Moda da América Latina, e a Fundação Pedro Leopoldo (FPL) vem cumprindo seu objetivo de qualificar o capital humano do Vetor Norte da Região Metropolitana de Belo Horizonte. Cerca de 300 pessoas obtiveram a certificação no primeiro semestre de 2014 e estão aptas para atuar no mercado como vendedores. No mês de junho, as duas organizações estão com inscrições abertas para ingresso de novas turmas no programa, com início das aulas previsto para julho e agosto. Na nova fase, o diferencial é o curso de Gerência em Vendas, que vai capacitar pessoas para atuação em cargos de liderança. A expectativa é de que, até o final deste ano, o número de diplomados seja elevado para 1,5 mil.

O curso para formação de vendedores tem carga horária de 16 horas e, para gerentes de vendas, 44 horas. Os programas são voltados, principalmente, para a formação de mão de obra qualificada para atuar nas lojas do Fashion City Brasil, que tem previsão de início das operações para o segundo semestre de 2015. Toni Omar Garcia, diretor da Atitude Inteligência e Gestão Estratégica e representante do Fashion City Brasil na aliança, afirma que o programa é baseado em questões práticas, englobando conteúdos como motivação, atendimento, mercado, marketing, formação de equipes, finanças e contabilidade e logística. “O desafio é muito grande pois os perfis e a maturidade dos alunos são muito diversificados. As avaliações nos orientarão nas adaptações necessárias para atingirmos nossos objetivos de despertar nos participantes o interesse pela busca constante de qualificação e de agregar novos conhecimentos”, afirma Toni.

Para o diretor geral da FPL, Carlos Alberto Portela da Silva, a concretização do projeto de ensino é notória e o número de pessoas beneficiadas está em expansão. “Um empreendimento da magnitude do Fashion City Brasil não poderia prescindir de uma iniciativa como essa”, afirma. Para o presidente do complexo de moda, Gilson Amaral Brito Jr., o programa de capacitação é um dos grandes trunfos do megaempreendimento. “De nada adiantaria investirmos tanto dinheiro em recursos tecnológicos, projetos arquitetônicos inteligentes e sustentáveis, inteligência de mercado e na seleção de fabricantes e produtos realmente diferenciados se nossa atenção ao recurso humano, em nossa visão o mais importante de todos, não fosse legítima e incisiva”, argumenta.

Brito Jr. defende a iniciativa como essencial para que o Fashion City Brasil alcance o nível de excelência almejado, onde o cliente varejista se sinta realmente bem atendido integralmente e o fabricante se sinta amparado e assistido pela operação. “Para sermos realmente diferenciados, nos dispusemos a investir nesta parceira com a Fundação Pedro Leopoldo e proporcionar à população do entorno Fashion City Brasil a condição de se preparar com a devida antecedência para aproveitar adequadamente esta grande oportunidade que poderá mudar a vida de muitas pessoas nesta região”, complementa.

A meta da aliança estratégica, segundo Toni Omar, de qualificar 2,5 mil pessoas. Os interessados podem buscar mais informações por meio site da Fundação Pedro Leopoldo (www.fpl.edu.br). A taxa simbólica para participação no programa é de R$ 64 para o curso de vendedor e R$ 176 para o curso de gerente de vendas. A organização ressalta que a participação no programa não significa que o candidato será contratado pelo Fashion City Brasil. “O processo de seleção é feito pelo lojista dentro de critérios elaborados por ele. O empreendimento irá disponibilizar o cadastro de todos os participantes para auxiliá-lo no seu processo seletivo, mas não há garantia de contração”, elucida.

Fonte: Benedita Comunicação.