Marília Carneiro no Workshop MIT Inverno 2014

Por | quinta-feira, julho 11, 2013
Com uma carreira de sucesso, Marília Carneiro, figurinista da Rede Globo, participa do Workshop MIT – Moda & Indústria Têxtil, com uma palestra sobre a influência da TV na moda e no comportamento brasileiros, no dia 24 de julho, no teatro Sesiminas.
Seu currículo aponta mais de 20 novelas, oito minisséries, além de passagens pelos humorísticos TV Pirata (1988) e pelo seriado Mulher (1998),
A veterana da área de figurinos da TV Globo é formadora de discípulas ao longo dos anos.
Moda - Quando se fala em Marília Carneiro, logo vem à tona a moda lançada pelas novelas. Desde que caracterizou a atriz Sônia Braga com meias coloridas de lurex e sandálias de salto fino na cena em que a personagem Júlia Mattos aparece repaginada na novela Dancin’Days (1978), de Gilberto Braga, seu nome ficou associado às tendências da moda. O modelito virou febre entre as jovens brasileiras
Mas muitos outros modismos fizeram a cabeça do público ao longo de sua carreira. Como o inesquecível lenço usado no pescoço por Vera Fischer na novela Brilhante (1981), de Gilberto Braga. O acessório foi criado para disfarçar o corte de cabelo da atriz, curto e frisado, que não agradou ao público e teria incomodado até o compositor Tom Jobim, autor da canção de abertura, Luiza, feita especialmente para a personagem
Já na novela Rainha da Sucata (1990), deu ibope o penteado de Regina Duarte, a intérprete da protagonista Maria do Carmo: cabelo preso com um laçarote na nuca.
Também fizeram sucesso os véus, panos e olhos realçados com sombra e cajal, popularizados pela personagem Jade (Giovanna Antonelli) na novela O Clone (2001), de Gloria Perez, cuja segunda fase teve figurinos assinados por Marília.
Sem esquecer de Uga Uga (2000), de Carlos Lombardi, que impulsionou o sucesso dos tererês usados pela personagem de Mariana Ximenes, e de Celebridade (2003), de Gilberto Braga, em que Malu Mader e Deborah Secco catalisaram as atenções: a primeira, desfilando com terninhos brancos, batas e um vestido de festa, usado em uma das cenas mais marcantes da trama, que arrebatou as telespectadoras; a outra, vestida como uma Lolita moderna, com micro-saias, blusinhas justas, meias coloridas e sandálias de salto grosso.
Marília Carneiro é responsável também pela assinatura de figurinos para várias produções cinematográficas.